domingo, 23 de outubro de 2016

Carteira de Ações Global - Parte 1

Olá investidores,

Conforme prometido, venho por meio desse post revelar, após muito suspense, quais serão as 10 primeiras empresas que formarão a minha nova carteira de ações.

Dessa vez, porém, quero fazer algo diferente com vocês, uma "brincadeira"... Eu sempre justifico o motivo pelo qual sou sócio de uma companhia, contudo, agora eu apenas revelarei as empresas em questão, e quero que vocês façam duas coisas:

A) Descubram porque eu escolhi tal organização

B) Exponham as suas opiniões sobre elas

Levando isso em conta, abaixo estão as selecionadas, sempre lembrando que eu serei sócio de 20 empresas, sendo três do Brasil, sete dos EUA, seis da Alemanha e quatro do Japão. Hoje, para começar, serão reveladas as corporações do continente americano:

Brasil: Bradesco, Engie e Multiplan.

EUA: AT&T, Burguer King, Coca-Cola, Google, Union Pacific, Visa e Wells Fargo.

Pois então meus caros, o que acharam das minhas escolhidas? Respondam as duas perguntas que eu coloquei acima e vamos debater!!!

No próximo post, revelarei as empresas alemãs e japonesas.

Abraços a todos.

48 comentários:

  1. Prezado IL3,
    Não estudei nenhum ativo internacional, neste quesito nao irei opinar.
    Com relação a CIEL3 e MULTIPLAN, vc já possuia estes ativos, vendeu e agora vai comprar nas nuvens em pleno rally da bolsa?
    Com relação ao Bradesco,acho ITUB melhor, além disso, ambos foguetaram no rally.

    Sucesso, abraço!
    Bagual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bagual,

      É uma pena, a sua opinião sempre é enriquecedora...

      Sim, eu vendi não apenas eles mas tudo, porém, não vejo problemas em comprá-los novamente, até porque não é tudo que está subindo na Bolsa.

      Bradesco e Itaú são bancos excelentes e estão praticamente no mesmo nível. O que vai fazer a diferença a favor do primeiro é o tripé com a Cielo e a Visa.

      Abraços!

      Excluir
  2. Fala IL:
    Vamos ao racional: Vou opinar sobre mercado aonde tu pretende operar.

    Eua OK
    Alemanha OK
    Japão ? Economia do Japão já faz 20 anos que esta na merda, não há previsão de melhoras; não sei qual empresas tu vai investir por lá , mas com certeza investiria em empresas com exposição ao mercado global menos dependentes do mercado domestico, alias estas empresas não são negociadas em bolsa americana?

    Empresas como Toyota,sony são multinacionais e menos propensas ao lixão da política econômica japonesa das ultimas décadas.


    Bancos: Mesmo racional do bagual, tu vendeu no top e agora quer comprar mais no topo ainda?

    ITUB vs Bradesco: O marketshare do Itaú se revela mais robusto, nos últimos anos Itaú aumentou sua presença no Chile e Colômbia ou seja esta se tornando um banco latino com exposição internacional, bradesco sempre foi mais dependente do mercado domestico.

    Sobre RIF, ROE, margem operacional, eficiência etc nos últimos anos Itau entregou resultados operacionais um pouco melhores que seus pares.

    Carteira de crédito: PDD do bradesco esta mais propensas empresinhas amigas do governo, veja caso do trabuco que é puxa saco do PT e bancou um monte de financiamento da sete brasil entre outras empresas amigas com grande quantidade dinheiro, balanço do Bradesco esta mais sujo pela quantidade de crédito podre.

    Tenho dois bancos em minha humilde carteira: Porem Itaú esta sempre um passo a frente do bradesco.

    - Carteira de crédito melhor
    - Eficiência melhor
    - Retorno melhor
    - Exposição a outros mercados




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mestre,

      Obrigado por sua colaboração!

      A respeito da economia do Japão, ela pode não estar crescendo nos últimos anos, porém, é uma das maiores do MUNDO e altamente eficiente e produtiva. Não vejo problema nenhum em ter empresas de lá, muito pelo contrário...

      Respeito, porém, discordo de sua análise do Bradesco... É justamente o contrário! Ele é MUITO mais conservador do que o Itaú. O mercado de seguros, por exemplo, corresponde a 1/3 do resultado do banco, e por aí vai.

      Sim, o Itaú lucra mais no momento, porém, o Bradesco foi o maior banco do país por mais de meio século, e seu PDD é muito menor que o do Itaú. Duvida? Olhe no site do Bastter:

      https://www.bastter.com/mercado/acao/BBDC.aspx

      http://www.bastter.com/mercado/acao/itub.aspx

      Abraços!

      Excluir
    2. O PDD/LL do BBDC é maior do que o do ITUB, e é isso que importa mais, já que os valores absolutos nunca importam quando se está analisando empresas... De qualquer forma, acredito que os dois bancos têm suas vantagens e compensaria ter os dois, afinal de contas você já vai estar exposto à cielo, comprando diretamente suas ações... Na dúvida, diversifica, pois ninguém tem bola de cristal, esta é a minha humilde opinião...

      Excluir
    3. Anônimo,

      Muito pelo contrário!

      O ano de 2016 não fechou ainda, logo, não dá para levar ele em consideração. Se você olhar os anteriores, o PDD/LL do Bradesco é menor em TODO o período.

      É aquilo que eu falei antes, o Bradesco é MAIS conservador que o Itaú, que tem uma postura mais agressiva no mercado. Cada um tem o seu estilo e cabe ao possível sócio aceitar isso.

      Entendo a sua opinião, porém, dessa vez vou ficar apenas com o BBDC3 mesmo. Quero fechar o tripé juntamente com a Cielo e a Visa.

      Abraços!

      Excluir
  3. Olá IL,

    De ações conheço pouco, mas, vamos tentar:

    As do Brasil: Bradesco e Cielo são empresas robustas, sólidas, e que geram lucros.

    A Multiplan conheço pouco, mas sei que é do ramo de shopping center, certo?

    Sobre as internacionais ... Todas são grandes empresas .. Mas conheço pouquíssimo.

    Uma dúvida: A Google distribui dividendos? Todas estas que você escolheu são de dividendos, ou são empresas que reinvestem os lucros?

    O que você espera tendo estas empresas em carteira, tipo, qual seu plano com ela? Daqui a 1 ano, 5, 10 anos?

    Acabei de fazendo mais perguntas que contribuindo ao tópico rsrs.

    Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VDC,

      Agradeço pelo seu comentário!

      Você acertou sobre as empresas brasileiras, embora nem fosse tão complicado assim, né? Especificamente sobre a Multiplan, essa empresa é fantástica!

      Então, não sei exatamente como é a distribuição de dividendos do Google, contudo, a minha ideia é ser sócio de empresas boas (leia-se lucrativas), enquanto elas continuarem assim...

      Se os lucros serão distribuídos, ou reinvestidos, é totalmente irrelevante para mim. O importante é eles aumentarem cada vez mais, rsrs.

      O plano, como falei anteriormente, é ser sócio de empresas boas enquanto elas forem boas.

      Abraços!

      Excluir
  4. Olá Investidor Livre!! Vai investir diretamente por corretoras no exterior? Se possível faça uma postagem em como investir em empresas do exterior. As escolhas das ações nacionais, focou nas financeiras que está sempre dando bons retornos. Quanto a Multiplan nunca estudei mais a fundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beto,

      Exatamente!

      A minha corretora será a Interactive Brokers, que é a mesma do grande Frugal Simple.

      Na realidade não muda muita coisa de investir aqui no BR. O modus operandi é o mesmo, e no blog do Viver de Dividendos tem MUITO material sobre isso.

      O setor financeiro é o melhor das Bolsas, não só aqui, mas no exterior também, e a Multiplan entra para ser a minha representante do setor de imóveis, tendo em vista que não investirei em FIIs ou REITs.

      Abraços!

      Excluir
    2. IL, tb estou estudando para montar minha carteira internacional.

      O VD está ampliando a carteira de REITs dele com o racional de receber dividendos para custear os gastos na Alemanha.

      Vc que pretende migrar para os EUA, pq não tera REITs na carteira? Seria devido ao maior potencial de crescimento das acoes?

      O Frugal tem postado material sobre a estrategia de investir em ETFs de acoes, REITs e bomds. Alguns com sede na Irlanda para reduzir o IR. Vc pretende ter algum ETF?

      To torcendo pelo seu sucesso!

      Abs

      GTT

      Excluir
    3. GTT,

      Obrigado pelo apoio!

      Então, a minha ideia sempre foi e continua sendo investir individualmente em ações, portanto, a estratégia não vai mudar, e sim o alcance dela.

      Ainda preciso estudar com calma os REITs, contudo, parece que eles são como os nossos FIIs, logo, não teria interesse neles.

      Sobre os ETFs, estou fora! Inclusive eu fiz um post a respeito, procura aí no Google que você acha.

      Desejo o mesmo a você!

      Abraços.

      Excluir
    4. "Ainda preciso estudar com calma os REITs, contudo, parece que eles são como os nossos FIIs, logo, não teria interesse neles."

      Poxa, assim não.

      Dá uma lida no minha página sobre investimentos imobiliários. Tem um resumão sobre REITs.

      http://www.investidorinternacional.com/investir-no-exterior-imobiliario/

      Abçs!

      Excluir
    5. II,

      Obrigado pela indicação, depois vou dar uma lida sim.

      Abraços!

      Excluir
  5. I.L., se te conheço bem vc ainda vai trocar metade desta carteira, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkk
      Uó sulfúrico

      Excluir
    2. Anônimo,

      Ele está jogando lenha na fogueira...

      Abraços!

      Excluir
    3. Pode trocar IL, deixa a vergonha de lado, aprende com Poney que vergonha de estar nú só é dos outros que ficam olhando pra gente...a gente mesmo não deve sentir...kkkk

      Excluir
    4. I.L. é como a bolsa... volátil... rs

      Excluir
    5. Poney,

      É isso aí! Só erra quem faz.

      Abraços.

      Excluir
    6. Uorrem,

      Felizmente as pessoas mudam suas convicções.

      Abraços!

      Excluir
  6. IL,

    Você não considera, em termos de mercado nacional, investir na Ambev? É uma empresa sólida, grande (praticamente um monopólio), muito bem gerida e com um caixa enorme. Ah, e a demanda pelos produtos dela é enorme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      O que você acha que a Coca está fazendo na minha lista? É a substituta perfeita para a Ambev, rs.

      Abraços!

      Excluir
  7. Olá IL, em geral parecem boas empresas. Tenho dúvidas sobre Multiplan, Burger King e Union Pacific, mas talvez seja por falta de estudo do negócio destas empresas.

    Boa sorte na nova fase!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ilustre EI,

      Sua presença honra essa humilde cercania!

      As minhas novas empresas não só parecem como são boas, rs. Sobre as três que você destacou, sugiro que estude principalmente a Union Pacific, tem material sobre ela no site do VD.

      Abraços!

      Excluir
  8. IL,

    Cara .. agora o negócio tá ficando complicado .. levei 5 anos pra avaliar ativos na bovespa de maneira decente ...

    Bom .. vamos começar pela parte mais "facil" bradescao e cielo ... beleza de empresas ... multiplan . .com ressalvas a nossa bela economia e o q está fazendo com os shoppings ..

    Lá fora gosto de coca cola .. parece que isso nunca acabará no mercado ... google também .. sempre inovador .. visa .. wells fargo ..

    O resto .. nao faço a menor ideia ..

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodolfo,

      Imagina! Você tem totais condições para fazer essa análise, rs.

      O tripé brasileiro está bem montado né? A agressividade da Multiplan compensa o conservadorismo do Bradesco, e a Cielo é a Cielo!

      Algumas empresas americanas caem bem em qualquer carteira de ações, entre elas todas as que eu selecionei.

      Abraços!

      Excluir
  9. IL,

    Não tenho muito a adicionar por não conhecer a fundo nenhuma destas empresas, porém, se tratam de companhias renomadas, enormes e antigas, o que por si só já confere um caráter bem conservador para a carteira.

    Eu, particularmente, senti falta de alguma small cap, visto que pelo pouco que pesquisei em empresas americanas encontrei inúmeras com um ótimo perfil.

    Mas a carteira ficará bem balanceada, já que posso imaginar que boa parte das empresas restantes será de bens de capital. Só acho que, novamente, caberiam small caps na carteira e elas não tirariam o caráter conservador da mesma. Mas, claro, é apenas uma opinião pessoal.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande PM, presença mais do que ilustre...

      É verdade, eu sou o tipo de sócio que gosta de empresas com qualidade comprovada, ou seja, aquelas que já passaram por crises, por exemplo, e estão aí!

      Sei do seu apreço pelas smalls caps, porém, na minha "filosofia" de investimentos, isso é secundário. O que realmente importa é se a empresa é boa, e não o seu tamanho!

      As outras 10 companhias serão reveladas em breve, inclusive, estou com um impasse para fechar a carteira. Quem sabe vocês não ajudam-me? ;)

      Abraços!

      Excluir
  10. Opa livre, gostei das empresas!
    Agora, pq não Berkshire?
    Ela já é bem puxada em Wells Fargo e Coca Cola.
    O Wells Fargo já se recuperou do subprime.
    AT&T é monstra e vai crescer cada vez mais.

    Burguer King... ... será que nessa onda de naturebice abilolada ainda há espaço para fast food de hamburguer? O que eu vi mt nos EUA crescendo foi o Chipotle e o whole foods. Mas também pode ser a mídia e não os números.

    Ainda há espaço para ferrovias nos EUA? Eu sinceramente não faço idéia do mercado e se ainda é lucrativo, qual a principal receita? Transporte de cargas? Pq de passageiros avião cada vez mais barato e mais prático.

    O chato é a mordida de 30% nos dividendos. Minha estratégia é comprar etfs que não pagam dividendos.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FS,

      Valeu!

      Então, eu, pessoalmente, gosto de ser SÓCIO de cada uma das empresas em que eu compro ações. No caso da Berkshire, eu teria uma participação direta nela e indireta nas outras empresas, e não é isso que eu busco...

      Mas é claro que a empresa do mito Buffett dispensa comentários e cai bem em qualquer carteira de ações! Ela simplesmente não atende os meus critérios pessoais.

      Sobre o Burguer King, a minha ideia inicial era o McDonald's, porém, eu ainda estou estudando para saber com qual rede de fast food eu vou ficar. Vai ser uma das duas!

      Com certeza, veja a infraestrutura dos EUA, o território deles é e enorme e nada tem um custo-benefício melhor do que as ferrovias.

      Aqui no Brasil também pagamos imposto de 15% sobre os JSCP, portanto, infelizmente não dá para mudar essas coisas. Estou fora de qualquer tipo de ETFs, rs.

      Abraços!

      Excluir
  11. Olá caríssimo IL!

    Eu não sei por que você não investe logo na Berkshire Hathaway, que é administrada simplesmente pelo maior gênio e filantropo do planeta, o Sr. Warren Buffet. Através dessa holding, você seria indiretamente sócio de dezenas de empresas americanas, estando entre elas algumas que você pretende investir individualmente, como Coca, Visa e Wells Fargo.

    Como você tem planos de imigrar para os EUA, então não vejo muito sentido em continuar investindo nas empresas daqui. Acho que seria muito mais interssante ter BRL na carteira apenas na forma da ótima renda fixa brasileira.

    Amplexos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. El Rei da blogosfera financeira,

      Acabei de explicar isso para o Frugal Simple, é só você ler a minha mensagem acima, rsrs.

      Verdade, e a minha ideia é ter uma exposição pequena em ações aqui. Temos que levar em conta que, apesar de tudo, existem algumas empresas brasileiras que valem a pena, principalmente do setor financeiro.

      E a renda fixa do Brasil também vai ter o seu papel no meu patrimônio, fique tranquilo quanto a isso.

      Abraços!

      Excluir
  12. Livre, vou insistir:

    Sugiro-lhe a leitura do Bogleheads guide to investiment antes do primeiro aporte.
    Se vc quiser lhe mando, me diga um email que lhe mando, é um arquivo pequeno.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simple,

      Resume aí, o que esse livro fala?

      Pode enviar para o e-mail do blog:

      investidorlivr3@gmail.com

      Abraços!

      Excluir
  13. Boas empresas só teria ressalva sobre o BKW

    Passo aqui na Europa e vejo dentro dos MCD sempre mais gente que dentro dos BKW.

    Apesar de que infelizmente por conta desses malditos politicamente correto que depois trouxe essa onda maluca de natureba e ficam estilizando o fastfood e a KO, isso infelizmente incutiu uma mudança nos hábitos da massa.

    Olha só os comentários que recebi nas minhas fotos do Instagram ao lado de uma coca ou em outras comendo no MCD.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VD,

      Obrigado!

      Então, como falei para o Frugal, ainda estou pensando com qual das duas vou ficar, porém, a marca do McDonald's é MUITO forte e isso tem um peso decisivo.

      Pode ser, contudo, acredito que as pessoas vão continuar indo no MC, rsrs.

      Abraços!

      Excluir
    2. concordo contigo, a nossa geração vai continuar indo

      mas essa outra geração criada a leite com pera aí já não sei, isso me pesou um pouco na minha venda do MCD, eu quero uma empresa que tenha um case de negocio sustentável e crescente ao longo dos anos e não vejo um crescimento no MCD se continuar desse jeito daqui uns 10 ou 20 anos, alias já não estão crescendo tem uns 5 anos atras

      claro que continuo acompanhando porque se o MCD chegou até onde chegou é porque certamente soube se reinventar, a administração vem tomando algumas medidas, achei até um pouco fracas frente ao tamanho do problema que eles tem, talvez seria legal eles pegarem um punch de restaurante mais natureba, iria em linha com essa mídia do politicamente correto, concordo com isso ? evidente que não, mas também como empresário vejo que em se tratando de mercado não dá pra remar contra a maré

      Excluir
    3. VD,

      Compreendo a sua preocupação, porém, será que isso não é querer prever o futuro? Nós, como praticantes do B&H, devemos acompanhar tão somente os BALANÇOS das empresas que somos sócios!

      Eu, pessoalmente, não dispenso um hambúrguer saboroso, então acredito que ainda existe bastante mercado para o McDonald's atuar...

      Abraços!

      Excluir
  14. Olá Investidor Livr3,

    Após alguns anos, cheguei a conclusão que investir nas empresas que você conhece ou já ouviu falar não lá o melhor jeito de começar.

    Claro que você viu os números das empresas antes de decidir. Só que começando assim você deixa muita coisa de fora.

    O melhor sistema é o de filtros. Você escolhe o ROE, o crescimento do EBITDA, o valor do P/L, o dividendo, etc, etc e o filtro busca o que se encaixa nele.

    Os próprios ETFs tem filtros assim. A economia de tempo é colossal. E você paga lá 0,09% pra Vanguard.

    Qualquer coisa, estamos aí.

    Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Internacional,

      Agradeço pelas dicas, porém, eu prefiro escolher as minhas empresas de acordo com o meu conhecimento.

      Abraços!

      Excluir
  15. Quando puder dá uma passada lá no Abacus, atualizei os números da blogosfera.
    http://abacusliquid.com/blogs-de-financas/
    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Opa Livr3, eu estava estudando a Black Rocks (BLK), dei uma olhada no ultimo relatorio anual deles, gostei, vou colocar na carteira, puta empresa.

    Depois que eu comprar ela vou fazer uma análise. Mas não pretendo montar uma carteira de stocks, só quero complementar a minha carteira do Brasil com mais algumas fora.

    Veja se lhe interessa tb ehehe
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ilustre Frugal,

      Obrigado pela sugestão, depois vou dar uma olhada nela com calma.

      Abraços!

      Excluir
  17. Só uma sugestão, para você que não gosta de empresas corruptas e tudo mais rs, trocaria Bradesco por Itaú. O ex presidente do Bradesco, Trabuco, é investigado no Carf por sonegação fiscal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aldo,

      Valeu pela sugestão, porém, eu já sabia desse rolo do Trabuco... Infelizmente, em nosso país, vivemos um capitalismo de Estado, e todas as empresas grandes podem passar por isso.

      O importante é ficar de olho nos balanços!

      Abraços.

      Excluir