domingo, 24 de janeiro de 2016

Estudo de empresas

Olá investidores,

Estou estudando as seguintes empresas para entrarem (novamente no caso da UGPA3) na minha carteira de ações:

Multiplan (MULT3)
Odontoprev (ODPV3)
Ultrapar (UGPA3)

Levando isso em conta, quero ouvir a opinião de vocês, que acompanham o blog, sobre cada uma dessas empresas.

Apontem, por favor, os pontos negativos e positivos de cada uma delas na visão de vocês para que possamos debater sobre as mesmas.

Abraços a todos!

18 comentários:

  1. Andei estudando e visitando shoppings da Multiplan. Fiquei impressionado principalmente com o shopping Barigui em Curitiba.

    Odontoprev, um boa empresa e controlada pelo bradesco. Mas plamo de saude é coisa do diabo sempre terá controle governamental e um processo dos fariseus.

    Ultrapar, uma boa e grande,empresa mas qdo fiminuir a dependência do petróleo com a era da energia dos carros elétricos etc. Wual seria o plano B da ultrapar?

    Vc vai aumentar tua carteira para qtos ativos?

    Abraço!
    Bagual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bagual,

      Sim, os shoppings da Multiplan são maravilhosos! Aqui em SP ela também tem os melhores do mercado...

      Gosto do modelo de negócios da Odontoprev, não é a toa que seus dados fundamentalistas são ótimos e o Bradesco assumiu o controle da empresa.

      Sobre a Ultrapar, cheguei a conclusão que ela é o tipo de empresa que NÃO pode ficar fora de uma carteira de ações, assim como Ambev e Itaú, por exemplo.

      Tenho 12 empresas no momento e pretendo expandir para 15.

      Abraços!

      Excluir
  2. Olá Investidor Livre! no meu caso, prefiro investir no setor imobiliário em fundos que pagam renda mensal, por isso nunca comprei a Multiplan. A Ultrapar sempre esteve no meu radar, o que me preocupa é a divida alta e essa questão de trabalhar com setores tão diferentes como combustível e remédio. Já a Odontoprev sou sócio, tem uma ótima geração de caixa, não empresa investir muito para lucrar e nem de muito patrimônio, ótimo potencial para crescer devido ao baixo número de pessoas com planos odontológicos, até então os resultados ainda não foram comprometidas pela crise atual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beto,

      No meu caso é justamente o contrário! Como eu não pretendo investir em FIIs, quero ter na minha carteira de ações uma empresa que atua nesse segmento de imóveis, e a MULT3 é a que mais chama-me a atenção...

      A Ultrapar é uma holding muito bem administrada. Encare ela como uma distribuidora de combustíveis, medicamentos e gás, que conta com dois negócios complementares, que são a Oxiteno e a Ultracargo. Eu já tive ela em carteira e arrependi-me de vender a mesma.

      Quanto a Odontoprev, concordo 100% com você. Empresa muito interessante que eu sempre quis ser sócio. Interagi com o RI dela algumas vezes e sempre fui muito bem atendido, o que é um bom sinal!

      Abraços.

      Excluir
    2. Investidor Livr3,

      Ultrapar faz parte da minha carteira. Empresa muito boa.

      Atualmente também venho tentando expandir minha carteira.

      Em regra, invisto em empresas que possuem a capacidade de crescer e manter-se estável por longo prazo, como ABEV3, BBAS3, BBDC3, CMIG3, VALE3, WEGE3, BBSE3,…Ocorre que durante esses estudos aparecem 09 (nove) incógnitas: CCRO3, BRFS3, CPLE3, EQTL3, CGRA3, ODPV3, NATU3, MULT3 E VLID3.

      Dentre as empresas citadas, observa-se que a CCRO3 possui muita dependência de concessões, o que impõe grande dúvida sobre seu desempenho a longo prazo e no curto prazo a dívida é bastante alavancada, embora seja a melhor do setor.

      BRFS3 é uma empresa gigante no setor de alimentos, mas possui um desempenho abaixo do esperado, quando comparamos com MDIA3, por exemplo.

      CPLE apresenta desempenho razoável, mas seu ROE e margem deixam a desejar, além do mais tem o estado como majoritário.

      EQTL3 é uma holding de crescimento, parecendo uma empresa com excelente desempenho, mas quando olha-se detalhadamente, percebe-se uma dívida elevada e uma política de distribuição de dividendos insignificante para uma elétrica.

      CGRA3 é uma empresa muito boa, sem dívida e equilibrada, mas está no setor de varejo. Dentro desse setor só enxergo com bons olhos a GRND3. Além do mais, possui baixa liquidez diária;

      ODPV3 é uma empresa de dividendos, sem dívida, mas localizada em um setor ruim e com crescimento de PL estagnado no tempo.

      NATU3 é uma empresa com excelente margem e ROE, mas com dívida gigante e desempenho a desejar nos últimos anos, além de múltiplos muito caros.

      MULT3 apresentar-se com pouca distribuição de dividendos e baixo crescimento, além de demonstrar queda no ROE.

      VLID3 é uma empresa do setor de bens industriais, que embora apresenta bons múltiplos, põe em dúvida sua sustentabilidade futura, haja vista os critérios fundamentalistas não gostarem de empresas que lidam como elementos tecnológicos.

      Chego a conclusão que essas empresas exigem uma análise muito criteriosa sobre investir nelas.

      Também tenho analisado TAEE11, ALUP11 e TIET11, que são boas empresas de dividendos, mas por serem UNITs geram dúvidas gigantescas, principalmente para os seguidores de BASTTER, como é o meu caso.

      Não invisto em FIIs pois considero que as ações são mais viáveis a longo prazo, permitem, em alguns casos, venda coberta de opções, possuem maior liquidez, segurança e permitem aluguel de ações com maior facilidade.

      Atenciosamente,

      Investidor Fundamentalista.

      Excluir
    3. IF,

      Obrigado por sua contribuição valiosa! A ideia é essa mesmo, estudar as empresas boas da Bolsa e saber quais delas atendem aos nossos critérios.

      Abraços!

      Excluir
  3. Multiplan (MULT3) - acho bacana a análise do nível dos shoppings, mas as vezes vou ao barigui, e há 2 anos atrás, aquilo fervilhava de gente com sacolas e mais sacolas, hoje em dia, só a praça de alimentação nos horários de refeição. Não acho o melhor momento pra shoppings.

    Odontoprev (ODPV3) - boa empresa, acho bom o momento também.


    Ultrapar (UGPA3) - boa empresa, acho o momento meio tenso. Compare o gráfico da UGPA com o petróleo nos últimos 3 meses. Se esse petróleo não virar pra cima, não se se essa ação consegue subir .. não achei mais nenhuma notícia pra recente queda da ugpa ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodolfo,

      Gosto muito de shoppings, principalmente os da Multiplan, que são focados nas classes A/B. Não tenho nenhuma preocupação quanto a um eventual "mau momento" do segmento, pois os empreendimentos deles continuam bombando!

      A Odontoprev chama-me a atenção em vários aspectos, todos eles positivos. O fato de ser praticamente um monopólio dos planos odontológicos é um deles...

      Quanto a Ultrapar, já tive ela na carteira e arrependi-me de vender a mesma. É certeza que ela voltará para o meu time em breve.

      Abraços!

      Excluir
    2. Rodolfo,

      Posso estar enganado, mas a Ultrapar não extrai, nem refina petróleo. Ela compra e revende. Não vejo porque ela sofreria com a cotação do petróleo.

      A queda, acredito eu, se deve exclusivamente a perda do grau de investimento do Brasil, que tem feito muitos fundos internacionais se desfazerem de suas posições aqui.

      Excluir
    3. Mairlo,

      Perfeito... Para a Ultrapar, creio eu, é até melhor que o petróleo esteja mais barato.

      Abraços!

      Excluir
  4. IL,

    São três ótimas empresas, apesar de bastante diferentes. Eu, particularmente, não tenho nenhuma das três apenas por achar que sempre são negociadas por preços demasiadamente elevados, de forma que vejo outras empresas momentaneamente como mais atrativas para investir. Mas vamos lá, vou dar minha opinião sobre elas:

    Multiplan: Empresa que apresentou um crescimento fantástico nos últimos dez anos, mas que diminuiu drasticamente seus investimentos nos últimos três.

    Pontos negativos a destacar: A empresa só tem um novo shopping em construção, que tem a inauguração prevista para abril de 2017. Acho pouco, principalmente porque é o único novo projeto para os próximos dois anos, e ao que vejo não trará um grande aumento na receita da empresa. Acredito, portanto, que ela ficará com a lucratividade estagnada nos próximos anos, já que tem sua receita derivada de aluguéis, que dificilmente terão algum aumento significativo.

    Pontos positivos: É uma empresa muito bem administrada, e a qualidade dos seus imóveis é notável, como já destacado nos comentários. E isso é um excelente diferencial para o sócio.

    Odontoprev: Ótima empresa, muito conservadora e com administração redondinha.

    Pontos positivos: São realmente vários. Excelente payout. Dívida zero. Ótimo crescimento na lucratividade ao longo do tempo, e tudo isso sem alavancagem. Atua em um segmento simples, que dificilmente trará surpresas desagradáveis no futuro.

    Pontos negativos: Ao meu ver, apenas o preço.

    Ultrapar: Essa dispensa comentários. Líder e benchmarking indiscutível do setor. Acompanho regularmente e arrisco dizer que tenho inclusive uma certa obsessão para comprá-la.

    Pontos positivos: Gestão impressionante: lucros constantes e crescentes, estrutura operacional enxuta, boa política de dividendos e vejo como uma excelente perspectiva de futuro. Penso que a Ultrapar seja o exemplo clássico de empresa que sobrevive a crises e ignora os períodos de baixa do mercado. Realmente é diferenciada.

    Pontos negativos: Cito dois. Primeiro, a alavancagem. Claro que se a empresa utiliza o artifício que é a dívida e consegue gerar lucros maiores como a Ultrapar de fato consegue, este não se torna um ponto negativo. Mas não deixa de ser uma forma arrojada de gestão que deve ser destacada, e que pode sim gerar complicações no futuro (apesar de eu não achar que isso vá acontecer). Em segundo lugar, novamente, o preço. No caso da Ultrapar eu acho que talvez a qualidade da empresa possa justificar a compra nestes patamares, mas ainda assim vejo algumas outras oportunidades melhores no mercado.

    Finalizando, são três ótimas empresas, mas que, diferente de algumas outras ótimas empresas, não estão com seu preço descontado na bolsa.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PM,

      Muito bacana a sua análise das três empresas! Eu não levo o preço em consideração nos meus estudos, portanto, isso é irrelevante para mim...

      O fato é que ambas são excelentes opções para um holder incluir em sua carteira de ações.

      A título de curiosidade, atualmente, você é sócio de quais empresas?

      Abraços!

      Excluir
  5. Livr3, ótimas postagens, sempre no ponto.
    Chegamos ao seu blog através de comentários seus por aí que gostamos bastante. Ainda não temos algo a acrescentar sobre as análises que você pediu porque estamos apenas começando a caminhada em RV (carteira com apenas 7 ações por enquanto) mas, de qualquer maneira, aproveitaremos seu espaço pra aprender um pouco com as discussões por aqui.

    Se puder nos visitar e contribuir com sugestões, críticas ou questionamentos, ficaremos felizes com a interação! A propósito, estamos adicionando sua página aos blogs que acompanhamos.

    Abraço e sucesso rumo à IF!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NB,

      Legal, obrigado pelo comentário e desejo muita sorte em sua caminhada! Vou dar um pulo no seu blog em breve.

      Abraços.

      Excluir
  6. IL, eu disse que iria se arrepender de vender UGPA3 .... kkk

    Destas eu considero UGPA3 a melhor. As outras 2, como já comentei em outra oportunidades, eu não estudo muito, pois são negócios que não me atraem.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EI,

      Mas eu arrependi-me mesmo, rs. A UGPA3 é o tipo de empresa que cai bem em qualquer carteira, assim como ABEV3, CIEL3, ITUB3...

      Pretendo comprar ela novamente em breve. Quanto a MULT3, você não gosta do negócio dela por que?

      Abraços!

      Excluir
  7. IL3, respondi sua pergunta lá no blog.
    Abraço

    ResponderExcluir