terça-feira, 11 de novembro de 2014

Casa própria

Olá investidores,

Hoje eu quero a ajuda de vocês para definir a melhor estratégia para a aquisição do meu primeiro imóvel. O fato é que em 2020 eu vou comprar a minha casa. Não interessa se estaremos em recessão ou em crescimento. Desse ano não passa.



Levando isso em conta, quero saber, principalmente dos que já compraram e dos que estão pensando em comprar, o que vocês estão pensando em fazer para adquirir esse bem. A minha ideia é juntar, obviamente, a maior entrada possível e pagar a dívida em no máximo dez anos.

A questão é sobre a entrada. Aonde é melhor eu acumular ela? É melhor ir de TD para obter uma rentabilidade maior ou ir direcionando os aportes mensais para a Poupança da Caixa e, assim, já ir melhorando meu relacionamento com o banco e conseguir juros menores? Todas as dicas são bem vindas!

E, para reflexão, recomendo a leitura do trecho abaixo de uma reportagem da Exame. Eu já adianto que concordo com o Calil!

5. Ter um imóvel em seu nome

Esse ponto pode envolver certa polêmica, pois para algumas pessoas, com determinados tipos de carreira, o aluguel pode de fato se revelar mais vantajoso financeiramente. Mas o consultor financeiro e fundador da Academia do Dinheiro Mauro Calil acredita que todo mundo deve ter um imóvel em seu nome quando chegar aos 30 anos, ainda que ele seja apenas um quarto e sala.

“Você não precisa ter a casa própria quitada, mas deve no mínimo estar em um financiamento ou pagando um consórcio. O importante é ter um teto em seu nome, porque isso dá segurança”, diz Calil. Ele acredita que, como muita gente deixa para se casar e ter filhos só depois dos 30, já ter um imóvel no seu nome facilita as coisas quando essa fase da formação da família chegar – uma fase de gastos pesados, diga-se.


“Não é preciso comprar um imóvel do mesmo tamanho da casa dos seus pais. Pode ser algo menor, mais barato e não tão bem localizado”, explica o consultor. Se pela faixa salarial da sua profissão ter uma casa própria aos 30 parece um sonho muito distante, Calil orienta que pelo menos se faça uma boa poupança para dar entrada no primeiro imóvel por volta dos 30 anos.

http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/noticias/7-objetivos-financeiros-que-voce-deve-atingir-ate-os-30-anos

Abraços a todos.

76 comentários:

  1. Eu coloquei no TD. Quando tive 72% do valor, dei de entrada. Financiei o restante com meu pai, kkkk, pagando juros de poupança.
    Só comprei o imóvel porque é um apto que fica em um prédio onde eu sempre quis morar. E fica a 4 quarteirões do meu serviço (sou servidor público federal, ou seja, sem chance de mudança).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Você deu uma bela entrada! Infelizmente acho que não conseguirei chegar nesse nível.

      Abraços.

      Excluir
  2. Eu penso em morar de aluguel -_-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com o meu amigo Th. Se vc pensar no lado financeiro da coisa verá que é uma opção a ser analisada. Casa própria virou uma obsessão no Brasil ( transmite segurança), mas nem sempre é a melhor alternativa financeira.
      A conta é: Faça uma projeção de quanto vc vai gastar para comprar um imóvel e quanto vc gastaria com o valor do aluguel do mesmo imóvel, sendo que no aluguel obviamente vai sobrar $ em relação á compra vc deve projetar o investimento desta sobra até o final do período em que quitaria o financiamento.
      Feito isso vc teria que comparar se naquela data futura vc teria $ para comprar o mesmo imóvel. Não é fácil, mas como todo investimento há riscos.

      Excluir
    2. Anônimo,

      A questão não é apenas financeira. Eu, pessoalmente, acredito que todo mundo deve ter pelo menos UM imóvel. Se tudo der errado, se acontecer uma hecatombe nuclear, ao menos você tem o seu teto.

      Enfim, são muitas variáveis a serem analisadas, é bem complicado mesmo.

      Abraços.

      Excluir
    3. Esse é o preço de morar neste país, sempre achar que algo ruim vai acontecer e o pior é que acontece mesmo.
      Em termos de investimento sugiro a vc as LCI e LCA's que estão com excelente retorno e risco relativamente baixo. vc consegue esses títulos com retorno de até 104% do CDI para prazos longos (1080 dias) e o melhor, são isentos de IR.
      boa sorte!!!

      Excluir
    4. Anônimo,

      Agradeço pela dica! Eu já conhecia as LCAs e as LCIs.

      Abraços.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Troll,

      Disserte mais! Qual é a sua ideia? Usar a sua renda passiva para pagar o aluguel?

      Abraços.

      Excluir
    2. Se nõ for prejudicar em nada os aportes, ok, mas se for deixar de aportar para comprar imóvel, RIP_IF!

      Excluir
    3. Troll,

      Relaxa. Não vai prejudicar não. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

      Abraços.

      Excluir
  4. "É melhor ir de TD para obter uma rentabilidade maior ou ir direcionando os aportes mensais para a Poupança da Caixa e, assim, já ir melhorando meu relacionamento com o banco e conseguir juros menores?"

    Compra TD usando a Caixa como Agente de Custódia, mata dois coelhos com um tiro só. Mas há garantia de redução nas taxas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Eu acho que sim. Se você tiver um bom relacionamento com a Caixa e financiar pelo MCMV as condições devem ficar bem interessantes.

      Abraços.

      Excluir
  5. IL, se você vai pegar o dinheiro que já juntou até agora, juntar mais uma grana nos próximos 5 anos, para dar uma entrada e depois ainda pagar em 10 anos (com juros e tudo mais), me parece que você está querendo um imóvel muito acima das suas possibilidades.

    Você tem que saber já o valor do imóvel que quer comprar e quanto dinheiro pode juntar até lá. Colocar em um rendimento melhor, como o TD, vai que ajudar a juntar mais que colocar na poupança, então a entrada vai ser maior e a divida menor. Nem pense na possibilidade de colocar na poupança. De onde saiu esta ideia?

    Boa sorte .... mas como disse o Troll #RIPIF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EI,

      Eu não vou mexer na minha carteira de ações, afinal, eu nem sequer citei essa possibilidade no post. Partindo disso, a ideia é economizar o máximo possível até 2020 e comprar o imóvel.

      Eu não sei o valor exato, contudo, tenho uma média de preço na minha cabeça. A ideia de ir colocando a grana na Poupança era para melhorar o relacionamento com o banco e pagar menos juros.

      Enfim, vocês estão dizendo #RIPIF porque acharam que eu ia mexer nos meus investimentos, mas não é nada disso, o dinheiro do imóvel será poupado a partir de agora.

      Abraços!

      Excluir
    2. IL, no Brasil, com as taxas de juros que temos, não vejo muito sentido em pagar um financiamento de imóvel tendo dinheiro investido em RF ou RV.

      Dificilmente você vai ter um juros a pagar menor que a rentabilidade do investimento, falando em custo total, a menos que o imóvel seja barato e dê para entrar no MCMV, mas tem que ver até lá como estará isso.

      Sei lá, para mim, imóvel bom é imóvel quitado e assim você pega o dinheiro e faz o que quiser com ele depois. (salvo como eu disse durante a construção que você para correção pelo INCC que é menor que o CDI).

      Abraços

      Excluir
    3. EI,

      Eu sei disso. Mas não é uma questão apenas financeira. Nós temos nossos investimentos, "próprios", e a residência é alugada? É difícil aceitar isso.

      Abraços.

      Excluir
    4. IL, é claro que tudo depende da relação Juros do Financiamento e rentabilidade RF.

      Não faz o menor sentido ter o dinheiro aplicado em investimentos e pagando juros de financiamento do imóvel maiores que o que se recebe de rentabilidade.

      Esta possibilidade para mim não existe. Esta operação vai te custar uns milhares de R$ no spread entre o que recebe e o que paga de juros. Não é melhor economizar este dinheiro?

      Não existe esta de carimbar o dinheiro "compra de imóvel", "aposentadoria", etc. Você precisa ter controle dos seus objetivos, mas o fluxo de caixa é diferente.

      Eu poupo para a aposentadoria desde meados do ano 2000, mas quando precisei do dinheiro do meu fundo de aposentadoria, seja para comprar imóvel, carro, etc. Eu usei e devolvi com juros e correção. Ao invés de pagar juros para o banco, pague para você mesmo.
      Abraços

      Excluir
    5. EI,

      Tudo bem, mas o fato é que eu QUERO comprar meu imóvel, mesmo "perdendo" dinheiro. Sendo assim, preciso pensar na melhor forma de chegar a esse objetivo.

      Logo, chegamos ao consenso de que eu devo poupar o máximo possível para a entrada do mesmo e quitar o financiamento o mais rápido possível.

      Abraços.

      Excluir
  6. Amigo, esse negócio de "Todo mundo deve ter" acho um pouco generalista, cada caso é um caso, mais como já está decidido, poupe muito, siga firme, e boa compra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PP,

      Infelizmente é verdade. Ou você mora na rua? A questão é pagar "aluguel" para o banco ou para o proprietário.

      Abraços.

      Excluir
  7. Só por curiosidade: após a compra do imóvel, quantos % do teu patrimônio ele representará?

    Exemplo:
    - você tem um patrimônio de 600 mi
    - usa 200 mil para dar entrada em um imóvel de 400 mil
    - passa a ter 400 mil + imóvel de 400 mil
    - o imóvel representará 50% do patrimônio

    Os defensores do aluguel esquecem que o imóvel também é um investimento. Pode se valorizar ou desvalorizar, tem liquidez (baixa, mas tem), pode ser alugado posteriormente, etc.

    Não deixa de ser uma forma de diversificação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      O meu patrimônio ainda é baixo, logo, o imóvel representaria muito mais do que 100%, rs. A ideia inicial é morar nele, mas é exatamente o que você falou, futuramente, ele pode vir a fazer parte do patrimônio sim.

      Abraços.

      Excluir
  8. Casa própria é um ativo que te paga fazendo com que o seu gasto com aluguel seja de graça. Essa é a racionalidade que a pessoa tem que ter na hora de comprar a casa própria. Mas 90% da população compra a casa própria por fetiche, emoção, não racionalidade econômica.
    Recentemente o preço dos imóveis subiu muito com o crédito farto e prazos de até 35 anos. Há não muito tempo atrás o máximo era 15 anos. O boom atraiu muito sardinha que achou que o melhor negócio do mundo é imóvel. Como o mercado vai estar em 2020 eu não sei, mas tenha em mente que o imóvel é capital, e como tal poderia estar mais bem empregado, a não ser que o valor gerado ao fazer você deixar de pagar aluguel compense.
    Ex. Eu pago 1300 de aluguel, tirando o condomínio (se fosse dono teria que pagar condomínio também) Meu imóvel tem o preço de 400k. DY do ativo de 0,35%, com baixa perspectiva de valorização do capital (brasília, preços caindo). Péssimo negócio. Compraria se o DY chegasse a próximo de 1%, o que não vai acontecer tão cedo... Além disso imóvel tem baixa liquidez, custos transacionais enormes, depreciação, possibilidade de vício oculto, além de tirar a possibilidade de flexibilizar (conseguiu um emprego melhor, só que longe da sua casa? Se f*deu, lá se vai metade da sua vida no trânsito)

    E se houvesse uma hecatombe nuclear, quem garante que o direito a propriedade seria respeitado? E se uma enchente levar sua casa? E se o seu prédio for construído pelo filho do Sérgio Naya?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Entendo perfeitamente a sua situação e o seu ponto de vista. Você chegou a conclusão que, no momento, é melhor morar de aluguel do que financiar.

      Eu, pessoalmente, prezo por segurança e tranquilidade. No caso de quem aluga, e se o proprietário pedir o imóvel de volta? Já pensou em ser despejado?

      O fato é que eu gosto de ser DONO. De saber que o local que eu residirei será a minha fortaleza, o meu porto seguro, a minha casa dos sonhos.

      Enfim, não existe uma resposta definitiva quanto a essa questão. Cada um tem a sua preferência. O que eu acho é que no caso de uma hecatombe nuclear, quem for proprietário certamente estará melhor do que quem for inquilino.

      Abraços.

      Excluir
    2. kkk meio sensacionalista mas muito sincero, especialmente do Sérgio Naya

      Excluir
    3. Só fazer um seguro de imóvel, que é ridiculamente barato.

      Excluir
    4. Dimarcinho,

      O seguro morreu de velho né? Não custa nada garantir a sua propriedade.

      Abraços.

      Excluir
  9. Para uma pessoa empregada, que gosta de estabilidade e tradição comprar m imóvel é uma poupança forçada de um bem que tem a possibilidade de aumentar o valor.

    Muito tive essa dúvida, eu invisto em imóveis e moro de aluguel, o meu cálculo foi BEM simples,

    Eu invisto em barbadas, sempre procuro barbadas em leilões ou com particulares, invisto em pequenos imóveis para locar bem localizados pois o % de retorno é maior.

    E moro de aluguel em um apto grande que pago um valor MTO menor % falando do preço que custaria aquele apto.

    Dois pequenos aptos locados me possibilitam alugar um apto que eu não poderia comprar com aquele valor e ainda sobrar dinheiro.

    é claro que morar de alguel temos que contar com infelicidades de o dono pedir o imóvel ou não poder fazer alguma mudança.

    No mais, bons investidores não compram imóveis próprios, dúvidas? Leia Robert K. ou Donald Trump.

    Estamos sempre querendo melhorar, se voce acha certo comprar um imóvel voce tem de fazer aquilo que acha certo!

    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Giga,

      Obrigado por seu relato. É aquela história, não existe almoço grátis. Cada opção tem suas vantagens e desvantagens. O fato, contudo, é que todos nós precisamos de um teto para morar.

      Depois conte mais sobre esse esquema de comprar imóveis em leilões.

      Abraços.

      Excluir
    2. Comprar em leilões é uma opção boa - voce tem a possibilidade comprar imóveis com até 60% do preço da AVALIAÇÃO que muitas vezes é menor do que realmente vale.

      Coloque leilões no google e faça uma lista na sua cidade, ligue para leiloeiros, tire suas dúvidas.

      Eu já comprei e fiz bons negócios, se voce tivere REAL interesse em leilões posso dar dicas mais detalhadas.

      Excluir
    3. Giga,

      Entendi. A impressão que tenho, contudo, é que acontece muito rolo nesses leilões.

      Abraços.

      Excluir
    4. kkkk lógico, é cheio de rolos mesmo!! e é por isso que é possível lucrar e bastante =D

      Excluir
    5. Giga,

      Só temos que tomar cuidado para o barato não sair caro.

      Abraços.

      Excluir
  10. Eu comprei na planta e financiei com a própria construtora, que por sorte minha foi extremamente honesta entregando o prometido.
    Fui amortizando e quitei bem antes do prazo.
    Hoje não compraria na planta, apesar de não ter me dado dor de cabeça, foi um risco que corri, não faria novamente.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OS,

      Comprar na planta está totalmente fora de cogitação. Fazer isso, para mim, é loucura. Por acaso alguém compra carro na planta? Pois é... Coisas do Brasil.

      Abraços.

      Excluir
    2. hoje em dia está muuuuuito mais seguro comprar na planta. Cada empreendimento tem um financiamento independente e mesmo que a construtora quebre, o empreendimento pode ser "salvo". Claro que existe um risco, mas é muito menor.

      Eu já comprei 3 imóveis na planta, pouco stress até hoje (tirando um pouco de atraso aqui e ali, mas faz parte).

      Abraços

      Excluir
    3. EI,

      Você é bem corajoso, rs. Mas eu não sou fã de apartamentos. Pretendo comprar uma casa mesmo.

      Abraços.

      Excluir
  11. Minha experiência com a compra do meu imóvel foi muito positiva, porém eu comprei no final de 2008 em uma região pouco valorizada e na planta. Tive problemas com a construtora que atrasou mais de 1 ano a entrega, mas no final foi um bom negócio. O grande problema dessas dívidas de longo prazo é que não podemos prever quais infortúnios teremos no futuro, então acumula uma entrada relevante para fazer uma dívida menor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SC,

      Tirando o fato que jamais comprarei algo na planta, a ideia é exatamente essa. Dar a maior entrada possível e quitar o saldo devedor em no máximo dez anos.

      Abraços.

      Excluir
  12. IL,

    Recomendo que você coloque tudo no TD ou em LCI, algum investimento seguro. Não recomendo você colocar o dinheiro na poupança da caixa. Indiferente se você tiver dinheiro lá ou chegar com uma montanha de dinheiro para o seu gerente, acredito que o atendimento será o mesmo.

    Se você for recorrer ao financiamento, faça-o, mas sempre tente diminuir os meses de pagamento.

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estagiário,

      A estratégia deve ser essa mesmo. Acumular todo o capital no TD e usar ele em 2020.

      Abraços.

      Excluir
  13. Assim que eu voltar a ativa, arrumar as contas e criar algum negócio que gere lucros vou investir em imóveis, mas para alugar, não quero ficar preso, quero liberdade de poder ir e vir para o lugar que eu quiser, na hora que der vontade! :D

    Blog: www.campodebatalha1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CB,

      Boa sorte, espero que você consiga.

      Abraços.

      Excluir
  14. Bom dia!Se tu se sentirás bem,compra o imóvel!Sou a favor de ter pelo menos um imóvel como Calil falou!Não podemos ficar cego com esse papo de IF e não viver determinadas coisas da vida.E essa casa pode ser vendida!Quanto ao investimento eu iria de TD.Você deve avaliar o que o anônimo falou de "matar os 2 coelhos de uma cajadada só.Agora terá que ver o custo benifício disso.A caixa cobra 0,4 de TX.
    Acionista25.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acionista25,

      Eu também penso assim e pretendo destinar o capital para a aquisição do imóvel no TD mesmo. É o investimento com o melhor custo-benefício para esse objetivo.

      Abraços.

      Excluir
  15. Vou comprar uma chácara financiada po dono de ate 25 mil metros e preço ate 70 mil. Construo casa de dois quartos simples, plantio crio porco coelho galinha e cabra, teria comida, agua do corgo, foda se cidade e casa ppria financiada pela caixa, vou vender minha terra em SP de 1500m e fazer isso. ABS victor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VS,

      Você já está pensando no Apocalipse, rs.

      Abraços.

      Excluir
    2. O tempo todo... =) Como dizia Tião Carreiro, "é o começo do fim, já estou vendo sinais, metade da mocidade estão virando marginais"...

      Estou focando em adquirir tangíveis, economizar o máximo e ir em frente... Com a terra, terei menos gasto de mercado, alimentos, etc e ainda posso fazer um troco (ex. mato um porco e vendo metade pro vizinho e a outra metade faço carne de lata, que dura mais de um ano sem geladeira...), com a grana da venda compro outra coisa e assim por diante.

      abraço,
      Victor

      Excluir
    3. Grande VS,

      Não acho que chegaremos a esse ponto (ainda). Mas, com o PT no poder, tudo é possível.

      Abraços.

      Excluir
    4. Então meu amigo... Na realidade, acredito que não deve ocorrer o fim do mundo não. Mas viver como nossos avós viviam (o que é chamado "sobrevivencialismo" no séc. XXI é basicamente o dia-a-dia entre os séculos XV a início/meados do XX) me dá mais opções e liberdade, além de nos tornar mais independentes do sistema de trocas, de dinheiro, dando autossuficiencia, o que é o terror do estado.

      Perceba que tudo é focado em criar dependencia do dinheiro, ao mesmo tempo em que somos forçados a ser empregados, nunca empreendedores, de modo que fiquemos sendo sempre partes do sistema...

      grande abraço.

      Excluir
    5. VS,

      Você falou uma grande verdade. No Brasil, mais ainda, o Estado, diga-se PT, quer que nós sejamos cada vez mais dependentes deles.

      Nesse aspecto, sem dúvidas, você está coberto de razão.

      Abraços!

      Excluir
  16. Fala, IL,

    devido ao tamanho que envolve a compra de um imóvel, realmente é necessário fazer planejamento.

    Sobre essa briga de aluguel/compra, toma cuidado com os argumentos utilizados. Fiz um post especial pra isso:
    http://di-finance.blogspot.com.br/2012/10/imoveis-comprar-alugar-investir.html

    Em resumo: patrimonialmente falando, como o Brasil é um país inflacionário, ainda parece ser interessante comprar imóveis por aqui.

    Procure investir em títulos pós-fixados (LCI, LCA, CDB's de altas taxas). Se a inflação disparar, é provável que a SELIC vá junto, consequentemente o CDI. Eles oferecem boa proteção.
    Como é algo para o longo prazo, então busque os de maiores taxas, pois normalmente são os que exigem o dinheiro fique travado até o vencimento.

    []s!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dimarcinho,

      Obrigado pelas dicas, muito interessante o seu estudo. Sobre a entrada, eu vou de TD. Pretendo ir comprando mensalmente a NTNB Principal 15/05/2019 até 15/05/2017, para pagar menos IR.

      Após isso, verei o que fazer, dependendo da oferta de títulos do TD que estiverem à venda.

      Abraços.

      Excluir
  17. Eu moro na casa do meu sogro. Tente arrrumar uma esposa cujos pais têm uma boa casa espaçosa e você injeta este dinheiro da compra da casa na CEMIG e vai viver de dividendos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó,

      Essa opção está fora de cogitação, rs. Se tem uma coisa que eu não farei, jamais, é incomodar os outros. Eu vou ter o meu canto.

      Abraços.

      Excluir
    2. Poh Uó, pare com isso, morar com os sogros é o começo da destruição de qualquer casamento

      Excluir
    3. EI,

      Vou ter que concordar com você!

      Abraços.

      Excluir
    4. Boa estratégia do Uó, nunca tinha pensado nisso. hehe

      Excluir
    5. OS,

      Vai repetir a tática?

      Abraços.

      Excluir
    6. @IL Incomodar os outros? Como assim? Meu sogro é pensionista do INSS e ganha um salário múnimo por mês. Antes rebolova para pagar as contas, hoje dorme tranquilo todo dia. Um mão lava a outra, sacou?
      @EI Meu casamento esta mais forte do que nunca esteve, se eu estivesse pagando aluguel acho que estaria mais fraco, kkk
      @Sardinha Isto nunca passou pela minha cabeça antes, mas depois vi que seria uma boa opção, e está sendo.

      Excluir
    7. UB,

      Eu não quis te ofender meu amigo. Se você e o seu sogro entraram em comum acordo para fazer isso, ótimo. Eu, pessoalmente, não faria isso.

      Abraços.

      Excluir
    8. IL, não entendi como ofensa, só quis salientar que eu não estou incomodando, muito pelo contrário, minha presença na casa está ajudando o velho, e ele está me economizando anos de aluguel, rs.
      Abraço amigo

      Excluir
  18. Grande I.L

    Fiquei surpreso com a quantidade de comentários contra a aquisição do imóvel próprio.. Todos válidos, mas a corrente contrária também tem a sua validade, já que nessa discussão não tem certo ou errado...

    O crédito imobiliário é subsidiado no Brasil, a diferença real entre o financiamento e títulos soberanos é pequena, e dependendo da sua renda chega até ser menor que a selic.

    Tem financiamentos a 10 % aa de CET,

    Boa Sorte na realização desse sonho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PC,

      Então amigo, a questão é essa mesma. Não existe certo ou errado nessa discussão. Cabe a cada um pesar os prós e contras e tomar a melhor decisão.

      Agradeço pelas palavras.

      Abraços.

      Excluir
  19. IL,

    Acredito que não haja valor mínimo para ser correntista da Caixa.
    Sendo assim, eu colocaria 100,00 pila por mês na poupança só pra dizer que movimenta ela e o restante aplicaria em outra coisa.
    Então, quando você realmente resolver comprar o imóvel, passa tudo para Caixa e negocia.
    Acredito que para eles o que conta é: Cliente desde ...........

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giga,

      Realmente, não havia pensado dessa forma.

      Abraços.

      Excluir
    2. Eu mantenho minha conta na caixa sob controle por causa dessa lorotinha aí e acreditem, ate cheque especial me liberaram esses tempos... =)

      não que eu queira usar, mas é sempre bom ter uma linha de credito (secreta) pre aprovada...

      sou cliente caixa desde 1900 e guarana de rolha (1995 pra ser mais exato, juntava minhas moedas e produção agropecuária e guardava ... bons tempos!)

      abraço,
      Victor

      Excluir
    3. VS,

      Então, por isso que é bom ter um relacionamento, mesmo que mínimo, com o banco. Eu devo fazer isso que o BBB recomendou.

      Abraços.

      Excluir
  20. E uma rápida dica, se vai comprar um imóvel procure MTO uma barbada, é comum para quem procura encontrar algo com descontos de 50.000, ou seja,

    vale mais a pena procurar muito e viver mais de alguel do que ir com mta sede ao pote.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giga,

      Como falei, a ideia é comprar o imóvel em 2019~2020. É exatamente por isso que o planejamento está sendo feito a partir de agora.

      Abraços.

      Excluir