sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Compra do mês

Olá investidores,

Como informei no post anterior, este mês as compras começaram com a aquisição de ações da BRFS3, cujos recursos utilizados vieram das vendas das ações que foram removidas da carteira. O aporte do mês, que foi o dinheiro novo, juntamente com uma sobra do investido na BRF, foi alocado na GETI3. A outra parte foi destinada para minha reserva de emergência, que ainda não está no valor que eu considero ideal.

Pretendo, a partir de setembro, investir somente nas 12 empresas que fazem parte da minha carteira. O plano é esse. Aumentar a posição em boas empresas para receber cada vez mais proventos, reinvestir os mesmos e deixar o bolo crescer. Disciplina e paciência são fundamentais para que isso aconteça.

Abraços a todos!

19 comentários:

  1. Quanto pretende ter de reserva de emergência?

    ResponderExcluir
  2. DH,

    Pretendo ter seis meses das minhas despesas. E você?

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá I.L, eu nunca pergunto isso para nenhum investidor, pois é bem pessoal, espero que vc não se incomode, mas porque BRFS?

    Sei que é uma empresa inserida dentro de um oligopólio... marcas consolidadas, receitas e patrimônios crescentes e tal...entretanto apresenta margens baixas (mesmo sendo característica do setor), ROE deprimido e lucros relativamente estagnados nos últimos 4 anos..

    Alem de uma dívida que necessitaria quase 5 anos de lucro para ser paga...

    Sei que vc é um adepto das teorias bastterianas, e que não concorda muito com valuation ...

    Mas os múltiplos são também bastante desfavoráveis, com quase 45 anos para retorno do preço da ação, P/VPA de 3,25, dividendos de míseros 1,45% com mais de 65% de payout....

    Como forma de aprendizado, queria que, se possível, vc explicasse o sua visão sobre esse ativo...

    Grande Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho q tah comprando topo facil

      Excluir
    2. Grande PC!

      Os números, realmente, não parecem tão atrativos. Contudo, parafraseando o Bastter, análise de empresas é arte e não matemática.

      Como já respondi em outra ocasião um questionamento parecido, o segmento em que ela está inserido chama-me muito a atenção. Além disso, investir nela é se expor diretamente ao Agronegócio.

      E o Agronegócio, como todos sabem, é a única coisa que presta no Brasil. Mas o principal mesmo é:

      Ninguém vai parar de comer né?

      Abraços.

      Excluir
    3. Sonny,

      Vamos ver o que vai acontecer.

      Abraços.

      Excluir
  4. IL, sobre a BRF eu já dei minha opinião no outro post, mas de qualquer forma parabéns pelas compras.

    Eu comprei GETI3 ontem para reinvestir os gordos dividendos anunciados com os resultados.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Fala EI,

    Sim, sim, considero a BRFS3 a empresa mais "polêmica" da minha carteira, mas estou tranquilo quanto a isso. Já a GETI3 é só alegria! Não vou receber esses dividendos anunciados recentemente, mas até o fim do contrato com a Eletropaulo ainda tem chão.

    A propósito, qual será o seu posicionamento após o fim do contrato? Eu, particularmente, pretendo aguardar. A empresa é boa e bem administrada. A carteira de novos clientes já está sendo montada. Pelo visto eles vão tirar isso de letra.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Brf é máquina de dinheiro. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Troll,

      Valeu rapaz! Você está pensando em entrar nela também?

      Abraços.

      Excluir
    2. Eu não vou entrar nela, mas não quer dizer que acho a empresa ruim. É uma questão de escassez de recursos... rs

      Excluir
    3. Troll,

      Entendi! Quando o dinheiro entrar poderemos ter novidades então.

      Abraços.

      Excluir
  7. Sua carteira já está ganhando contornos finais. Ao contrário da minha rs.

    Com sorte, eu começo a compra do meu 9º ativo em setembro. Para agosto é bastante provável que eu acabe optando por aumentar a posição de Souza Cruz e Natura, mesmo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala LDL,

      Pois é cara! Eu não pretendo mais mexer na carteira. O objetivo agora é aportar exclusivamente nessas 12 empresas.

      Desistiu de comprar o nono ativo em agosto porque? Você está confortável com a CRUZ3?

      Abraços.

      Excluir
    2. A culpa é da estratégia adotada: eu quero alcançar 10 ativos, com 10% de peso cada um na carteira de ações. E eu quero fazer isso sem ter de vender Cemig e Vale.

      Como Cemig valorizou bastante, acabou afetando o peso das demais ações. Tenho de rebalancear 6,4% da carteira para concluir esta etapa, num valor que, hoje, equivaleria ao aporte + proventos esperados até o final do ano.

      Com relação a Souza Cruz, tudo que tenho a te dizer é que se trata de uma ótima empresa num preço bastante atrativo. Será o aporte do mês e eu fico muito feliz em ter a oportunidade de aumentar a quantidade de ações em carteira agora, pois até o final deste mês ela divulgará a 2ª parcela dos seus dividendos.

      Abraço!

      Excluir
    3. Bacana LDL! Boa sorte em sua estratégia.

      Abraços.

      Excluir
  8. Só lembrando e dando o meu palpite que vale 2 centavos nesse tópico:

    Nem sempre um bom setor gera uma boa empresa.
    Nem sempre uma boa empresa é boa para os minoritários.

    Não querendo falar especificamente da BRF, mas o "agronegócio" como um todo é clássico em:

    1.) só ter empresa ruim na bolsa.
    2.) as poucas boas são classicamente empresas geradoras de receita e não de lucro. Isso é: são boas para os executivos, mas não para os minoritários.

    De modo geral: o "agronegócio" é um setor que só sobrevive - inclusive no Brasil - devido a desonerações e subsídios. A competição mundial é brutal porque em todo resto do mundo TAMBÉM há FORTES desonerações e subsídios.

    O agronegócio é um dos poucos setores em que há instabilidade normativa MUNDIAL: do ponto de vista puramente normativo, é como se o mundo todo fosse um enorme brasilzão.

    Se não ficou claro, o que eu quero dizer que é os governos aumentam e diminuem os subsídios e as restrições sanitárias de maneira imprevisível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Respeito sua opinião, contudo, estou ciente dos riscos que existem ao investir na BRFS3. E é justamente por isso que existe a diversificação. Ela representa apenas 5% da minha carteira.

      Abraços.

      Excluir