quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

O preconceito com o mercado fracionário

Olá investidores,

Muitas pessoas não investem na Bolsa com a desculpa de que é preciso muito dinheiro. Isso é mais uma mentira deslavada que repetida várias vezes e infelizmente tende a virar regra. Hoje vou desmitificar isso. Não, você NÃO precisa de uma grana preta para entrar na Bolsa. Muito pelo contrário! É bem melhor você entrar nela aos poucos, cuidadosamente, assim, caso você tenha alguma perda, a mesma será pequena, o que não aconteceria caso você entrasse nela com muito dinheiro.

Apresento-lhes, então, o mercado fracionário! Mas o que é esse mercado fracionário? É simples amigos, é só uma OUTRA forma de comprar ações . Entendeu? Não? Eu vou continuar explicando, fique tranquilo. Vamos supor que você queira comprar R$500 reais de PETR3. Você entra no seu Home Broker e digita no nome do papel o PETR3 acrescido de um F no final, ficando, PETR3F. O que muda nisso tudo? Absolutamente nada!  Você vai comprar a mesma ação, da mesma empresa, a única diferença é que ela vai ficar “picada”, e não no lote padrão, que é de 100, 1.000 ou até mesmo 10.000 ações.

Ou seja, você pode ir fazendo pequenas compras mensais no mercado fracionário até formar um lote padrão. Sim, é bem simples e não tem segredo. Ou seja, na Bolsa você pode comprar 1 ação ou 1.000.000 de ações. Só depende de você!  É por isso que você não pode cair nessa historinha besta de que para investir na Bolsa é necessário MUITO dinheiro. Isso é um absurdo que a mídia e os analistas de plantão propagam por aí e afastam cada vez mais o pequeno investidor da Bolsa.  

Existem ações, como a MDIA3, cujo lote padrão chega a custar mais de R$10.000 reais. Já pensou ficar juntando esse dinheiro durante um tempão até poder comprar a mesma? Seria uma tarefa demorada e absurdamente sem sentido. Se você pode comprar a MESMA ação pelo mercado fracionário, por qual motivo fazer isso? Reparou que essa pergunta não tem resposta? E tem mais, geralmente, a corretagem do mercado fracionário é bem mais barato que a do mercado à vista. Ou seja, você ainda economiza no custo da operação!

Pare e pense: o que é melhor? Investir uma bolada numa empresa só, pegar uma crise, ver o seu capital diminuir de forma abrupta temporariamente se a empresa for boa ou permanentemente se a empresa for ruim, ou investir todo mês um pouquinho em empresas diferentes, sabendo que justamente por diversificar o valor dessas possíveis variações no seu patrimônio vão ser irrelevantes e depois tudo irá se recuperar e voltar ao normal? Não se esqueça que depois da tempestade sempre vem a bonança. É por isso que eu uso, aprovo, e recomendo o mercado fracionário para todos. 

21 comentários:

  1. IL,
    É isso mesmo, vamos acabar com este preconceito.

    A única coisa que as pessoas tem que ficar atentas é o custo. Existem corretoras que cobram corretagem mais baixa para quem opera no fracionário. Já outras cobram a mesma taxa fixa (ex. R$ 10,00 + percentual), desta forma, se alguém for comprar R$ 500,00 de qualquer coisa, pode estar pagando 2% ou mais só de corretagem. O único ponto de atenção é este.

    Abraços,

    Blog Economicamente Incorreto
    http://economicamenteincorreto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala EI, obrigado pela visita e pelo comentário! Realmente, cabe ao investidor sempre ficar atento às taxas cobradas, mas é o que disse no post, geralmente a corretagem no mercado fracionário é mais barata mesmo.

      Abração!

      Excluir
  2. IL, então se compro um lote fracionário de 50 ações, para efeito de exemplo, e depois compro outro lote de 50 ações no fracionário da mesma empresa, posso vender essas 100 ações de fracionário como um lote padrão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, as ações são as mesmas, só o método de compra é diferente.
      Quando você for vender as 100, elas serão vendidas para quem quiser comprar um lote.
      O certo seria a Bovespa acabar com esse negócio de lote, só atrapalha os investidores iniciantes.

      Excluir
    2. Olá Anônimo!

      É exatamente isso que o Cesar respondeu. Não interessa se você fez duas compras de 50 ações no mercado fracionário ou dez compras de 10 ações. Quando você atingir 100 ações de uma determinada empresa, automaticamente elas se "transformam" em um lote padrão.

      Abração!

      Excluir
  3. Hoje eu só compro no fracionário, pago metade, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Uó!

      O importante é comprar sempre. E para o pequeno investidor, na maioria das vezes essa compra será no mercado fracionário.

      Abração!

      Excluir
  4. Eu preciso mudar de corretora, no momento para mim não vale a pena o fracionário por causa da alta taxa de corretagem fixa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seth,

      Existem várias corretoras que cobram mais barato pelas operações realizadas no mercado fracionário. Dá uma pesquisada que você encontra diversas opções.

      Abração!

      Excluir
  5. Ola IL.

    Otimo assunto voce abordou. Hoje eu tambem so invisto no fracionario.

    Este preconceito eh muito ruim, que sempre aparece nas dicussoes ETF vs Acoes onde sempre o primeiro argumento eh o custo de movimentar pouco dinheiro. Ja tenho um rascunho para publicar sobre esta briga onde hoje em dia, paga muita corretagem quem quer pois existe muitas corretoras com valores muito atraentes de corretagem e ate mesmo de custodia.

    Aproveitando, criei um blog para compartilhar minhas experiencias, espero que goste!
    http://fugindodamanada.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja muito bem vindo Fugitivo!

      É verdade, as pessoas tem que abrir a cabeça e saber que não existe nenhum problema em operar no mercado fracionário. Fazendo uma analogia tosca, quando você vai no mercado, você pode comprar tanto uma latinha de refrigerante como 100 latinhas. No final das contas, você está comprando a mesma coisa, a única coisa que muda é a quantidade!

      Com ações é a mesmíssima coisa. Independentemente se você comprou uma ação ou 100 ações, o que importa é que você adquiriu um pedaço da empresa. É isso que importa.

      Vou adicionar você na minha lista de blogs e desejo boa sorte em sua caminhada.

      Abração!

      Excluir
  6. eu so tenho cielo por causa do fracionario...
    abraço!

    Victor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Victor! Eu também vou comprar CIEL3 no fracionário em breve.

      Excluir
  7. Uma coisa a se pesar é o custo de corretagem.
    Não vejo como pode compensar comprar menos de 1.000 R$ em ações, pois na maioria das corretoras você paga pelo menos 10 R$ por ordem... (que já da 1% de "prejuizo" só na compra...)



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade VBI! O investidor tem que estar sempre atento às taxas cobradas pelas corretoras. Porém, a ideia do post é mostrar que ter "pouco" dinheiro não é desculpa para não investir na Bolsa.

      Abração!

      Excluir
  8. IL

    Compro de todos os modos
    Para exemplidicar minha corretora, ativa, cobra 4,40 no fracionário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá TL!

      Pois é, existem diversas corretoras que cobram mais barato no fracionário. Tem que garimpar!

      Abração.

      Excluir
  9. Olá colega!
    Resolvi iniciar um Blog. Agradeço se puder visitá-lo e adicioná-lo no seu Blogroll.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vindo surfista! Já acrescentei você no meu blogroll, depois me coloca lá também.

      Abração!

      Excluir
  10. Interessante essa abordagem. Muitas vezes os pequenos investidores não têm noção desse tipo de vantagem, que acaba diminuindo muito os custos no longo prazo. Parabéns pelo esclarecimento IL!

    ResponderExcluir
  11. Obrigado Anônimo! Espero que isso o estimule a investir na Bolsa.

    Abração!

    ResponderExcluir